Conheça Mais

Todas as pessoas deveriam procurar o seu oftalmologista pelo menos uma vez por ano, para, além de avaliar sua visão e a presença ou mudança do "grau" dos óculos, também estarão fazendo prevenção de diversas doenças oculares, muitas vezes silenciosas, como o glaucoma.

As crianças em idade pré-escolar, em particular, devem ter sua visão medida para atestar sua qualidade de visão e prevenir a ambliopia (“olho preguiçoso”).

darkblurbg

O exame oftalmológico compreende:

  • Medida do grau de óculos (Refração)
  • Exame dos movimentos oculares (Motilidade ocular)
  • Exame da parte externa dos olhos (Biomicroscopia)
  • Exame do fundo de olho (Fundoscopia ou Oftalmoscopia)
  • Medida da pressão intra-ocular (Tonometria)

Refração

Esse é o exame básico do Médico Oftalmologista e o motivo principal das consultas a esses médicos. Esse exame é de exclusividade dos médicos e não pode ser realizado por outros profissionais sob pena de exercício ilegal da medicina.

Os erros de refração (“graus”), que incluem a miopia, a hipermetropia, o astigmatismo e a presbiopia, não são doenças. O uso dos óculos ou das lentes de contato tem a finalidade de compensar esses defeitos, dando ao usuário uma visão normal, porém, o uso dos óculos não levará ao desaparecimento do “grau”, ou seja, não leva à cura do grau.

É um dos mais frequentes graus que afeta a visão para longe, e ocorre porque a imagem visual não é focada diretamente na retina, mas à frente da mesma (antes da retina). O problema pode ter origem porque o olho é maior que o normal ou o cristalino tem uma distância focal curta.

Para quem tem miopia, os objetos distantes ficam embaçados e difíceis de serem visualizados, conforme a intensidade do problema.

As imagens são focalizadas atrás da retina, obrigando a usar direto o sistema de focalização que em geral é usado somente para perto, chamado “acomodação”, para manter a focalização das imagens na retina, o que leva à dor de cabeça e sensação de “cansaço” dos olhos à leitura. Causa dificuldade para enxergar objetos próximos e principalmente para leitura de textos.

Ocorre porque o diâmetro do globo ocular é pequeno ou, raramente, por uma capacidade refratária reduzida da córnea e do cristalino.

A córnea normalmente é arredondada, no entanto, no Astigmatismo, ela é ovalada devido à irregularidade das curvaturas da córnea ou do cristalino (lente interna do olho), fazendo com que as imagens se formem em dois pontos distintos na retina. O astigmatismo pode vir associado à miopia ou hipermetropia.

Ocorre por volta dos 40 anos de idade, quando o olho humano tende a perder a capacidade de focalizar as imagens mais próximas devido à redução natural da “acomodação”.

A presbiopia aumenta progressivamente até atingir um ponto máximo por volta dos 60 anos, a qual obriga o leitor a ir afastando o seu objeto até que fica inviável a visualização sem óculos.

Outros Exames

O exame oftalmológico de rotina também deve abranger avaliação externa para verificar a normalidade das pálpebras e do segmento anterior do olho, e o exame do fundo de olho para análise da retina e do nervo óptico. Outro item imprescindível é a tonometria, pois, a pressão ocular elevada é o principal fator de risco no desenvolvimento do glaucoma, principalmente em pacientes com antecedentes familiares da doença.

O exame oftalmológico, por suas ligações com a clínica médica, a neurologia e outras especialidades, é um elemento importante para o diagnóstico e acompanhamento de diversas doenças.

Consiste em examinar as artérias, veias e nervos da retina através dos meios transparentes do olho (salvo em caso de patologias) que se interpõem entre o médico e a retina.

As principais doenças diagnosticadas ou acompanhadas através desse exame são: Doenças oculares ou sistêmicas dos recém-nascidos, principalmente se as mães sofreram infecções durante a gestação; Glaucoma; Degeneração macular relacionada à idade (ao envelhecimento); Hipertensão e Hemorragia intracranianas; Diabetes mellitus; Hipertensão arterial.

Permite a medida da pressão intraocular (PIO) e é importante ser realizado sempre nas consultas, pois é fundamental para o diagnóstico e acompanhamento do paciente com glaucoma. São consideradas normais quando as medidas da PIO estão entre 10 a 20mmHg.

O tonômetro de Goldmann é considerado o padrão ouro para aferir a pressão intraocular, sendo mais preciso em olhos com espessura corneana central (paquimetria) entre 520 e 540 µm.

Também conhecido com o exame na lâmpada de fenda. Com ela, é possível avaliar o olho em detalhes, que vão da córnea ao nervo óptico. Trata-se de um microscópico com grande aumento em que é possível ver até células do olho. É indicado em todas os exames Oftalmológicos para se conhecer a saúde dos olhos e/ou identificar alguma doença.

A avaliação da motilidade ocular é realizada através do cover test (do oclusor manual) ou do reflexo luminoso corneal, solicitando que o paciente fixe o olhar num ponto (cover test) ou luz (reflexo luminoso), para ser verificado o desvio dos olhos para perto e para longe.

Quando suspeita-se de alguma doença que possa afetar a motilidade ocular, solicita-se ao paciente que realize a movimentação ocular nas diversas posições do olhar.

Agende agora mesmo sua consulta

Por favor, traga em sua consulta todos os registros médicos disponíveis, incluindo imagens como raios-x e ressonância magnética, receitas dos óculos, os próprios óculos atuais e exames de sangue mais recentes. Preencha o Formulário para solicitação de consulta ao lado.

Formulário para solicitação de consulta